Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irmão lúcia



Sexta-feira, 22.06.07

marchar, marchar




dei o meu contributo pelo grafismo. não vou poder marchar do alto da minha heterossexualidade solidária por ter programa familiar nas terras do verde minho, conhecida zona progressista e socialmente tolerante deste nosso portugal. beijos e abraços de boa sorte. pelo direito à indiferença marchar, marchar.

adenda ao post à 01:15 de sábado – afinal fico por cá no fim-de-semana, às 16h30 lá estarei no príncipe real, dizem que as gajas gostam de tipos sensíveis e solidários e assim pode ser que facture alguma moça indecisa na pulsão sexual, de coração mole e líbido untuosa, isto claro se a minha mulher não vier ler o meu blogue. o que é perfeitamente natural, já que ela não reconhece a imodéstia do génio que paira cá por casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 19:55


5 comentários

De Anónimo a 22.06.2007 às 23:22

Parabéns pelo grafismo e ... contra o preconceito marchar, marchar...

De Pedro Morgado a 24.06.2007 às 18:24

"verde minho, conhecida zona progressista e socialmente tolerante deste nosso portugal"

Qual verde Minho???

Caro Pedro Vieira, desta vez tenho que discordar. O verde minho que eu conheço é terra ideologicamente conservadora e socialmente intolerante. E nem você imagina o quanto a sua irmã (lúcia) é por aqui cegamente venerada...

De toniciganita a 25.06.2007 às 09:23

Como disse?!

De pedro vieira a 25.06.2007 às 10:07

aaaah, ciganita. era só para ver se estavas com atenção. assim é que é, vigilância operária.


caro pedro morgado, tratava-se pois claro de uma ironia uma vez que a beatice do verde minho me é muito familiar, dado que as minhas raízes são de lá. em criança até desfilei numa procissão. abraço.

De Anónimo a 29.06.2007 às 09:14

Não me digas que foste vestido de anjo?Ricardo F.

Comentar post



pagamento de promessas para

irmaolucia[arroba]gmail.com

teologia de pacotilha (descontinuado)

professor josé cid

o meu outro salão do reino (descontinuado)

Arrastão



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D