Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irmão lúcia



Quarta-feira, 10.10.07

wolf like me

há uma coisa que me intriga na relação dos nossos media e da populaça leitora em geral com o lobo antunes, aquele que escreve, o fanfarrão com pouca noção de si próprio acarinhado como um são bentinho da porta aberta, tal é o corrupio de gente de gravador em punho que lhe entra pela casa dentro de cada vez que lança mais um tijolo de descaramento à cara dos portuguesinhos que ele tanto gosta de dissecar. não se trata tanto da aura de ex-combatente que o legitima social e literariamente, coitado do senhor doutor, viu muito sofrer e ganir, tantos milhares que vieram com os miolos fodidos e a esses acarinham-nos as tiradas populistas do portas no meio das promessas de pensões e dos e vivas à pátria que era tão grande com os pretos debaixo do calcanhar e agora parece do tamanho de uma toalhinha de praia. também não me intriga muito a complacência com a fanfarronice, nome pelo qual também é conhecido o síndrome de ministro da informação iraquiano [vide o caso josé mourinho, indivíduo com melhores resultados e menos referências a naperons e a minas anti-pessoais, e prometo não interromper mais para compromissos futebolísticos]. o que me desconcerta mesmo é a pretensa pose de submisso do autor à entidade imaterial LIVRO, que nas palavras do lobo, repisadas nas últimas 157 entrevistas exclusivas que deu, ou melhor, concedeu aos restantes mortais, o tiraniza, o subjuga, sendo que o resultado da sua prosa é o resultado daquilo que o livro lhe comanda, a mão limita-se a seguir o que está determinado, cheira-me que se houver alguma repartição dos clichés literários isto deve andar pela gaveta 23 da secção b. a fazer fé neste modus operandi quer-me parecer que o método literário do lobo, glosado e incensado ad nauseam, é uma espécie de versão blasé do método alexandra solnado. sucede apenas que o lobo vai a vernissages com passadeira vermelha e jantares com 18 talheres. a alexandra, injustiçada, fica-se pelos programas da tarde na tv, mas garanto-vos que o jesus não trata o lobo por cabrita e essa superioridade moral e imaterial já ninguém lha tira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 18:50


5 comentários

De jorge c. a 10.10.2007 às 21:33

Irrita-me a figura de Lobo Antunes, o estilo de entrevistas que dá e essas merdas todas.
No entanto, é um bom escritor. Tem uma narrativa densa como gosto.
Por isso discordo de grande parte das apreciações feitas.
Mesmo assim: que grande texto!
Li-o duas vezes só pelo gozo! Muito bom!

De RPM a 11.10.2007 às 11:27

Essa teoria da inspiração iluminada por uma força desconhecida já remonta ao dia de S. Nunca à Tarde.
Quanto ao teu texto, acho que deveria ocupar o lugar de outros feitos por cronistas e escritores de renome da nossa "toalhinha de praia". Muito bom!

De solvstäg a 11.10.2007 às 12:32

on the other hand, tv on the radio kicks ass

De Mazinha a 11.10.2007 às 16:00

fosga-se, eu começava a acreditar que era a única a não poder com a personagem... irmão no seu melhor!

De Ariel Sharon Tate a 12.10.2007 às 00:42

I was a lover...

Comentar post



pagamento de promessas para

irmaolucia[arroba]gmail.com

teologia de pacotilha (descontinuado)

professor josé cid

o meu outro salão do reino (descontinuado)

Arrastão



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D