Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irmão lúcia



Terça-feira, 30.09.08

literadura de viagens, dia 3

foster

shoa

oranienburg

neue

à alvorada seguia-se o desayuno em doses sobrenaturais, para compôr à cabeça o dia alimentar e fintar as bratwursts e a couve azeda. ao terceiro dia, a força, a simbologia, a única fila-pirilau de turistas que haveríamos de enfrentar ao longo da semana; se bem que de calibre para maricas, se nos lembrarmos das horas de espera para visitar precisamente o pavilhão da alemanha na saudosa expo mega ferreira 98. tratava-se do reichstag, imponente, já sem soldado soviético à ilharga, substítuído por uma cúpula de sir norman foster, aços e vidros, muito esta gente gosta de enxovalhar o estuque e o reboco, subida ao topo, recolher de vistas, é de arquitecto, sim senhor, e está na hora de zarpar até ao memorial que ocupa a zona à esquerda de brandenburgo, pilares de betão que evocam a Catástrofe, sobre os quais um grupo de jovens espanhóis cabriolam e saltitam, cheira-me que não entenderam a natureza do lugar, se o perceberam pior ainda, e rume-se então à zona do dom, que é como quem diz, a catedral de berlim, dissecada a partir do exterior que isso de pagar para entrar em templos é coisa a que oponho alguma resistência. toca então a desbravar o bairro do mitte, o complexo ocupado de oranienburgerstrasse, artes, copos e sobre-sobre-sobrecamadas de cartazes e graffitis, com categoria, após o que flanámos pelas cercanias de prenzlauer, bairro arraçado a campo de ourique com mais jovens, menos tóxicos, menos tios, mais artes, e uma pizzaria zapatista de classe, ou de classe zapatista, ordem dos factores indiferente, "due forni" de sua graça e preços ao nível do subtítulo cucina popolare impresso nos toalhetes. bandulho preenchido e toca a descer a torstrasse engalanada com poisos da ilustração underground, entre outras modernices, largar umas coroas, rumar mais a sul e encontrar a belíssima neue gallery, gentileza de mies van der rohe, privada da sua colecção por motivo de obras e outras ocupações. e aqui vem à liça o viajante frustrado, com os pés inchados e uma vontade de berrar boches do caralho que me esconderam os matisses, o que é vagamente (totalmente, vá) injusto. dê-se corda aos sapatos, retorne-se a alexanderplatz, perceba-se que berlim anda a fazer alguma coisa aos mendigos já que nunca estão à vista (e assustador é pensar que os há poucos). ao fim do terceiro dia desenvolvo uma nova teoria para o arranque da segunda guerra mundial: os alemães invadiram a polónia em busca de mulheres bonitas. da punk desenxabida e adolescente de liceu à matrona de cabelo à homem e ausência de formas passam parcos anos de salubridade e aqui o rapaz, que já cirandou por varsóvia, concorda que os nacional-socialistas tinham alguma razão.

avistamento de clone do dia: josé mourinho, mas em preto

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 22:59

Terça-feira, 30.09.08

literadura de viagens, dia 3

foster

shoa

oranienburg

neue

à alvorada seguia-se o desayuno em doses sobrenaturais, para compôr à cabeça o dia alimentar e fintar as bratwursts e a couve azeda. ao terceiro dia, a força, a simbologia, a única fila-pirilau de turistas que haveríamos de enfrentar ao longo da semana; se bem que de calibre para maricas, se nos lembrarmos das horas de espera para visitar precisamente o pavilhão da alemanha na saudosa expo mega ferreira 98. tratava-se do reichstag, imponente, já sem soldado soviético à ilharga, substítuído por uma cúpula de sir norman foster, aços e vidros, muito esta gente gosta de enxovalhar o estuque e o reboco, subida ao topo, recolher de vistas, é de arquitecto, sim senhor, e está na hora de zarpar até ao memorial que ocupa a zona à esquerda de brandenburgo, pilares de betão que evocam a Catástrofe, sobre os quais um grupo de jovens espanhóis cabriolam e saltitam, cheira-me que não entenderam a natureza do lugar, se o perceberam pior ainda, e rume-se então à zona do dom, que é como quem diz, a catedral de berlim, dissecada a partir do exterior que isso de pagar para entrar em templos é coisa a que oponho alguma resistência. toca então a desbravar o bairro do mitte, o complexo ocupado de oranienburgerstrasse, artes, copos e sobre-sobre-sobrecamadas de cartazes e graffitis, com categoria, após o que flanámos pelas cercanias de prenzlauer, bairro arraçado a campo de ourique com mais jovens, menos tóxicos, menos tios, mais artes, e uma pizzaria zapatista de classe, ou de classe zapatista, ordem dos factores indiferente, "due forni" de sua graça e preços ao nível do subtítulo cucina popolare impresso nos toalhetes. bandulho preenchido e toca a descer a torstrasse engalanada com poisos da ilustração underground, entre outras modernices, largar umas coroas, rumar mais a sul e encontrar a belíssima neue gallery, gentileza de mies van der rohe, privada da sua colecção por motivo de obras e outras ocupações. e aqui vem à liça o viajante frustrado, com os pés inchados e uma vontade de berrar boches do caralho que me esconderam os matisses, o que é vagamente (totalmente, vá) injusto. dê-se corda aos sapatos, retorne-se a alexanderplatz, perceba-se que berlim anda a fazer alguma coisa aos mendigos já que nunca estão à vista (e assustador é pensar que os há poucos). ao fim do terceiro dia desenvolvo uma nova teoria para o arranque da segunda guerra mundial: os alemães invadiram a polónia em busca de mulheres bonitas. da punk desenxabida e adolescente de liceu à matrona de cabelo à homem e ausência de formas passam parcos anos de salubridade e aqui o rapaz, que já cirandou por varsóvia, concorda que os nacional-socialistas tinham alguma razão.

avistamento de clone do dia: josé mourinho, mas em preto

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 22:59

Terça-feira, 30.09.08

prémio 'rodapé mais freak do ano 2008' para a SICN

Boa Jesus nega irregularidades no Gymnaestrada 2003

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 22:25

Terça-feira, 30.09.08

prémio 'rodapé mais freak do ano 2008' para a SICN

Boa Jesus nega irregularidades no Gymnaestrada 2003

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 22:25

Segunda-feira, 29.09.08

em stereo a partir do covil gauchiste # não sem quantos


© rabiscos vieira

de quando certo e determinado político, confrontado com o centenário da morte de machado de assis, fica desolado por não poder entregar nem mais um cartão de felicitações, estreado ali ao lado

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 23:04

Segunda-feira, 29.09.08

em stereo a partir do covil gauchiste # não sem quantos


© rabiscos vieira

de quando certo e determinado político, confrontado com o centenário da morte de machado de assis, fica desolado por não poder entregar nem mais um cartão de felicitações, estreado ali ao lado

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 23:04

Segunda-feira, 29.09.08

lisboa em baixa resolução # 200


doggy style


Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 18:47

Segunda-feira, 29.09.08

lisboa em baixa resolução # 200


doggy style


Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 18:47

Segunda-feira, 29.09.08

maestros imperfeitos

ui, o que Ruca se pelava por poder dirigir o anal dos nibelungos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 00:26

Segunda-feira, 29.09.08

maestros imperfeitos

ui, o que Ruca se pelava por poder dirigir o anal dos nibelungos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 00:26

Pág. 1/10



pagamento de promessas para

irmaolucia[arroba]gmail.com

teologia de pacotilha (descontinuado)

professor josé cid

o meu outro salão do reino (descontinuado)

Arrastão



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



subscrever feeds