Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irmão lúcia



Quarta-feira, 02.03.11

quem é o gostosão daqui

está bem, livros, sonhos, editores, letras, poemas, organização impecável, parágrafos bem formatados, gente de classe e o caralho, mas a memória mais viva que trago da póvoa está umbilicalmente ligada ao bar da praia, local onde quase fui defenestrado há um ano, qual miguel de vasconcelos dos dj sets, e ao qual voltei sem pudor na companhia de uma dúzia de camaradas das correntes, talvez mais, destemidos alguns, mais contidos outros, do primeiro grupo ressalta a isabel coutinho, uma espécie de doutor livingstone das florestas poveiras, intrépida a furar em direcção ao palco onde campeava um sucedâneo de axê cheio de requebrados malandros, e também a inês pedrosa que a espaços dominou a pista numa postura a roçar o colonialista, rima e é verdade, sem medo de hostilizar os autóctones e provocar uma bronca na discoteca, como tão bem cantou nel monteiro nos seus tempos de maior glória, glória agora a nós senhor, como se diz na eucaristia, que andámos nas nuvens do lazer com vista para o mar e para um par de maduros com bigode e cotovelo alçado sobre o balcão onde não párava o corrupio de imperiais tagus, uma pena isto de termos aterrado num bar sem cerveja, mas enfim, houve outros motivos de interesse, a classe dos jovens enfarpelados com t-shirts do estabelecimento "djavu" com uma espécie de tournée grafada nas costas, alguns fatos de treino, uma senhora da classe chaimite armada de top rosa e muitas tachas, uma brunhilde wagneriana enfeitada com tranças capaz de provocar o pânico nas scut até viana do castelo, graças a deus não houve cavalgada das valquírias, só uma ou outra coreografia e nenhum tipo de karaoke, o que é pena. a espaços, o rosto do joão paulo cuenca traía algum arrependimento pela ida às profundezas das correntes, mas nada a que não sobreviva um carioca enxuto. quem é o gostosão daqui? são eles, senhor, são eles.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 11:23


1 comentário

De JESanto a 11.03.2011 às 22:32

pode não ter tido tanto glamour, mas a minha ida deste ano, em estreia absoluta, a uma festa de carnaval dava um relato muito parecido. Só tinha que acrescentar o quero cheirar o bacalhau com pronúncia brasileira e batuque de samba, ou assim.

Comentar post



pagamento de promessas para

irmaolucia[arroba]gmail.com

teologia de pacotilha (descontinuado)

professor josé cid

o meu outro salão do reino (descontinuado)

Arrastão



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D