Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irmão lúcia



Sábado, 05.11.16

o cortejo, aleluia, aleluia

há muitos anos assisti a uma espécie de feira das vaidades que se tinha tornado tradição na terra da minha mãe, uma espécie de cortejo no qual um grupo de iluminados dominava as atenções, isto enquanto o povo, que eu na minha arrogância de jovem achava demasiado saloio e crente, abria alas e enchia a clique de vitualhas, cantando aleluias, torcendo as mãos em prece e esperança, o chão todo ele pétalas de flores como se fora passadeira vermelha e a clique lá a vinha pisando, fazia-se anunciar com estrondo e antecedência no meio de sinetas e fanfarras, prometendo a salvação mediante uma fé cega, uns dinheiros passados de forma discreta e uns agrados de boca, era muito importante saber receber para podermos contar com os favores de quem sabe, de quem manda, e tudo isto sem que ninguém questionasse o ar desgrenhado e estranhamente informal do prior, coadjuvado por jovens com ar entre o ausente e o escarninho, cheios de si, mas o senhor padre lá saberia, pois se ele era unha com carne com os mais poderosos, com aqueles que podem mudar a vida dos homens com um gesto ou mediante uma atençãozinha, uma nota num envelope, pois o saber deles estava para além do nosso conhecimento e então lá se faziam passar por portadores da Palavra, perante o estupor e a crença de quem sabe que as maiores graças podem vir de fora, isto se nos portarmos todos muito bem.

foi há muitos anos e por isso já não me lembro se o cortejo se chamava compasso da páscoa ou web summit.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 22:44


2 comentários

De T . Pereira a 08.11.2016 às 15:01

Mudam - se os tempos ficam as sempre as mesmas vontades.

Ora aí está uma das melhores definições sobre o evento que nos traz muito pouco ou absolutamente nada, tirando os milhares que os 2 ultimos Governos sacaram ao bolso do contribuinte para roubar esta coisa de Dublin para Lisboa.

Ps: ver também a definição https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Histeria_colectiva

De Anónimo a 09.11.2016 às 10:48

para quando o pecado original em realidade aumentada?

Comentar post



pagamento de promessas para

irmaolucia[arroba]gmail.com

teologia de pacotilha (descontinuado)

professor josé cid

o meu outro salão do reino (descontinuado)

Arrastão



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D