Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irmão lúcia



Sexta-feira, 30.11.07

o blogger de respeito cresceu com yeats, rimbaud, whitman. eu também não

homem honesto, amigo do lar
trabalhador exemplar
não usa a cabeça para pensar
e vai à tasca para se confessar
vai para casa, cheio de bebida
rapar o tacho, encher a barriga
dá porrada na mulher
como se fosse um bicho qualquer

oh hi oh ai família leal
oh hi oh ai caso típico em portugal

oh hi oh ai família leal
oh hi oh ai caso típico em portugal

dona de casa, mulher honesta
com muitos filhos para criar
não usa o método anti-concepcional
leva uma vida bem normal
do marido leva porrada
e por ele pensa ser amada
fala muito do que não vê
sofre com a novela na tv

oh hi oh ai família leal
oh hi oh ai caso típico em portugal

oh hi oh ai família leal
oh hi oh ai

esta é a história da família leal
é uma família muito tradicional
é um caso típico em portugal

a família leal não se rende jamais

é uma família em stress
família em stress
família em stress
família em stress
família em stress
família em stress
família em stress


peste & sida, 1989

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 00:13


4 comentários

De blimunda a 30.11.2007 às 05:10

bolas, este tenho de comentar: lembro-me bem, bem demais...ontem como hoje. (para mim tu és um dos poucos que se salvam nesta esfera)

De Chuckie Egg a 30.11.2007 às 12:40

apesar da falta de rimbaud, alcides pinto era um homem de palavra...

De Nuno a 05.12.2007 às 12:28

..........religioso de todos o maior....., baptismo feito comunhão e casamento, nunca esquecido no caminho do senhor..........
Este concertos desta malta P&S eram uma demência! Q saudades!
Estes tb merecem "mais vinte discos que me custava ver incinerados às mãos do ministério para a promoção da virtude e prevenção do vício"

De Luiz Modesto a 22.09.2008 às 18:49

Rimbaud é necessário sim...
Doses homeopáticas, de preferência.

Comentar post



pagamento de promessas para

irmaolucia[arroba]gmail.com

teologia de pacotilha (descontinuado)

professor josé cid

o meu outro salão do reino (descontinuado)

Arrastão



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D