Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

irmão lúcia



Quarta-feira, 08.02.12

ninguém pára os piegas, ooooh eeeeh ooooh

 Mais de um quarto dos portugueses estavam ameaçados de pobreza ou exclusão social em 2010.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 19:25

Terça-feira, 07.02.12

dickens

 

 

rabiscos vieira

 

200 anos

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 18:42

Terça-feira, 07.02.12

deve ser para emular aquela questão da superioridade moral dos anciãos em comunidades como o povo cigano e assim

é giro ver o licenciado pela universidade lusíada aos 37 anos a aconselhar rigor, exigência e menos pieguice a quem vive em geral, a quem estuda em particular. é giro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 15:25

Segunda-feira, 06.02.12

uma quarta leitura do ano, fazendo por continuar no bom caminho aberto pelo purgatório

 

publicar um livro com este título é agarrar-me pelo ponto fraco, por um deles, pelo menos, pelo fascínio com protagonistas da II guerra mundial, ainda por cima aludindo a um dos mais marcantes, o doutor joseph goebbels que falou nisto da mentira como se tivesse alguma autoridade para aludir à verdade, a II guerra, aliás, que é protagonista deste livro, bem como o horroroso século XX que teima em não acabar, o caos, o medo, as perseguições, a literatura, venha o diabo e escolha, e o autor faz com que não nos esqueçamos disso, recorrendo aos grandes - borges, que mal conheço, mea culpa, garcía márquez, que tão bem conheço e invejo, filho da puta - aos labirintos e à efabulação de fino recorte para enquadrar enxertos de realidade pura e dura (conferir os pedaços de notícias que dão conta do mundo em que ainda vivemos), para nos dar conta do monstro gordo da intolerância que não nos larga as canelas. se um repórter imaginário saído da cidade conquistada se cruzasse comigo no metro - prefiro-o aos autocarros - e me perguntasse "defina numa palavra o livro do manuel jorge marmelo" eu disparava, intolerância. saco sempre da pistola quando me deparo com ela, intolerância. o autor põe-nos a pensar sobre ela, acho eu, seja na alusão aos ditos horrores, seja através do humor pícaro que associa homossexualidade com o gosto pela literatura, naquele cenário de exotismo, produção de cacau e cadáveres que cruzam oceanos, seja através da personagem de génio que foi criada especificamente para impedir a distribuição de riqueza (aplausos). o livro está repleto de referências gulosas a mais e mais literatura, nisso o autor faz como muitos, utiliza a literatura para falar dela própria, a literatura portuguesa a gostar dela própria, o universo criado pelo manuel jorge é gargantuesco e mostra grande músculo literário, grandes ademanes no toureio da imaginação, da ficção, um homem que cria um homem que cria um livro que cria homens para chegar onde se deve: a uma mulher. o parvo sou eu, que não me lembrava que o manuel jorge é especialista nas coisas do amor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 13:39

Segunda-feira, 06.02.12

Sandro acha que há razões para ter medo de uma rede de microblogging

passei a ser seguido no twitter pelo partido socialista.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 13:36

Segunda-feira, 06.02.12

lisboa em baixa resolução # 239

 

 

fotogramas vieira

 

olha, a sô dona amália

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 13:25

Sexta-feira, 03.02.12

podia falar de várias coisas que me encanitaram no "estrada de palha" que até tem momentos de humor involuntário e tudo

mas ver tanta alusão ao thoreau e à luta contra ao estado num filme que se fez projectar num teatro municipal tem mesmo, mesmo, mesmo graça.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 16:35

Quinta-feira, 02.02.12

é como diz o slogan, a cultura renova-se

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 18:39

Quinta-feira, 02.02.12

olha o programa das Correntes, fresquinho

 

 

MESA 1

Dia 23 de Fevereiro, quinta-feira, 17h00 (Auditório Municipal) Tema: “A Escrita é um risco total” – Eduardo Lourenço Participantes: Almeida Faria, Ana Paula Tavares, Eduardo Lourenço, Hélia Correia e Rubem Fonseca Moderador: José Carlos de Vasconcelos

 

MESA 2

Dia 24, sexta-feira, 10h30 (Auditório Municipal) Tema: “O fim da arte superior é libertar” – Fernando Pessoa Participantes: Alberto S. Santos, Fernando Pinto do Amaral, José Jorge Letria, Luís Quintais, Sofia Marrecas Ferreira e Care Santos Moderador: João Gobern

 

MESA 3

Dia 24, sexta-feira, 15ho0 (Auditório Municipal) Tema: A Poesia é o resultado de uma perfeita economia das palavras Participantes: Jaime Rocha, João Luís Barreto Guimarães, Manuel António Pina, Manuel Rui e Margarida Vale de Gato Moderador: Ivo Machado

 

MESA 4

Dia 24, sexta-feira, 17h30 (Auditório Municipal) Tema: Toda a literatura é pura especulação Participantes: Eduardo Sacheri, Inês Pedrosa, João Bouza da Costa, Manuel Jorge Marmelo, Pedro Rosa Mendes e Rosa Montero Moderadora: Bia Corrêa do Lago

 

MESA 5

Dia 24, sexta-feira, 22h00 (Auditório Municipal) Tema: A escrita é um investimento inesgotável no prazer Participantes: Afonso Cruz, Ana Luísa Amaral, Júlio Magalhães, Manuel Moya, Rui Zink e Valter Hugo Mãe Moderador: Henrique Cayatte

 

MESA 6

Dia 25, sábado, 10h30 (Auditório Municipal) Tema: Da crise da escrita não se pode fugir Participantes: Carmo Neto, João Pedro Marques, Miguel Real, Sandro William Junqueira, Valeria Luiselli e Salgado Maranhão Moderador: Onésimo Teotónio Almeida

 

MESA 7

Dia 25, sábado, 16h00 (Auditório Municipal) Tema: “As ideias são fundos que nunca darão juros nas mãos do talento” – Antoine Rivarol Participantes: Eugénio Lisboa, Gonçalo M. Tavares, Helena Vasconcelos, João de Melo, Luís Sepúlveda e Onésimo Teotónio Almeida Moderadora: Maria Flor Pedroso

 

MESA 8

Dia 28, terça-feira, 18h30 (Instituto Cervantes, Lisboa) Tema: Traços de crise enriquecem o texto literário Participantes: Afonso Cruz, Ana Paula Tavares, Care Santos, Manuel Moya e Valeria Luiselli Moderadora: Helena Vasconcelos.

 

agora é desfrutar, vilanagem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 12:47

Quarta-feira, 01.02.12

Assis

 

rabiscos vieira

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 10:38

Pág. 3/3



pagamento de promessas para

irmaolucia[arroba]gmail.com

teologia de pacotilha (descontinuado)

professor josé cid

o meu outro salão do reino (descontinuado)

Arrastão



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D


subscrever feeds