Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

irmão lúcia



Quarta-feira, 19.12.12

...

põe-te fino, cidadão, fino e em silêncio, porque se topam contigo a falar alto na rua na companhia de um amigo, na companhia da tua irmã, da tua namorada ou namorado, do teu barbeiro ou de alguém que te perguntou as horas, ainda te processam filam arrastam para uma esquadra para prestares esclarecimentos, tem graça, aqui há atrasado a minha mãe contava que nos gloriosos tempos do estado novo a polícia mandava dispersar à cacetada todo o grupo de três pessoas que se atrevesse a conversar aos pés do elevador de santa justa, zona na qual ela trabalhava como costureira, ao passo que o meu pai era electricista, ambos com a instrução primária e com os rios de angola na cabeça e com vontade de porem os filhos a viver melhor, pobres ingénuos, e conseguiram-no, graças à educação à saúde à segurança social públicas, na verdade todo um desperdício que dinheiro, o estado deve investir é nas funções de soberania e desfazer-se do resto, vender electricidades, águas, anas, comprar submarinos e cacetetes e polícias zelosos (zelotas) que dizem à boca cheia "duas pessoas já fazem uma manifestação". põe-te fino, cidadão, que os tempos estão de chumbo.


Para a PSP duas pessoas são uma manifestação





Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pedro Vieira às 11:58


4 comentários

De truk a 19.12.2012 às 18:30

AVISO A PORTUGAL

meu bom amigo

já vendeu o BLAZER
já empenhou o Fraque

agora
que não lhe resta mais
do que a manta puída
de qualquer
indigente sem-abrigo

as noites vão de frio

não se desTAP

De seu salazarista a 22.12.2012 às 00:09

a tap é dos bons defuntos

eu cá andei duas vezes e nunca cai...

De bolas pá na irmã inda vá a 22.12.2012 às 00:12

mas arranjar namorada e namorado pra fazer suruba a quatro ou cinco com o barbeiro isso é coisa de gente fina

e mecê só come o barbeiro?

e o motorista ai da mansão e o jardineiro népia?

bolas ao pé de mecê o camarada Ary era um frouxo....

De Anónimo a 29.12.2012 às 01:49

Comentar post



pagamento de promessas para

irmaolucia[arroba]gmail.com

teologia de pacotilha (descontinuado)

professor josé cid

o meu outro salão do reino (descontinuado)

Arrastão



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D